O projecto Fitacola nasce em Coimbra no ano de 2003, com base numa ligação entre amigos envolvidos no mesmo panorama musical. Diogo e Xico, Besugo e Libelinha para o baixo, começam a criar e dar os primeiros passos.

O interesse pela música e a vontade de tocar começam desde logo a fazer-se sentir nos primeiros concertos, um passo fulcral para criar aquela que seria a sinergia perfeita entre a banda e o público. A banda começa a tocar em pequenos palcos de Norte a Sul do país e a levar a música mais a sério o que, em 2005, resulta na gravação do primeiro EP “Rebobina e pensa!”.

Depois da passagem por diversos palcos maiores a banda lança o seu primeiro álbum de longa duração. Intitulado “Mundo ideal”, o álbum é gravado e produzido por Miguel Marques nos Generator Studios, e masterizado nos Tailor Maid Studios, Ainda no final deste ano, a formação da banda, que se vinha então mantendo, sofre uma alteração com Pedro Pinho (ex-White Lie) a substituir Libelinha no baixo.


O nome dos Fitacola chega mesmo à MTV, onde o video para a música “Sonho Isolado” chega ao 13º lugar da “Hitlist Portugal”.
Parte do ano de 2009 e 2010 é dedicado à preparação de novo material e culmina com a gravação e lançamento de um novo EP, “Outros Dias” inserido na iniciativa Optimus Discos, com o apoio da Antena 3, e no segundo álbum de longa duração da banda de nome “Caminhos Secretos”.
Gravados e produzidos mais uma vez no Generator Studio sob a batuta de Miguel Marques, e masterizados nos West West Side Studios, em Nova Iorque, por Alan Douches (Comeback Kid, Stike Anywhere, Sick of it All, H2O, Misfts, Fall Out Boy) estes registos convidam os jovens a um novo nível de maturidade e maneira de estar perante esta rotina repleta de emoções, ora boas ora más, que nos são impostas pela sociedade em que vivemos. Estas gravações contam com a participação de Kalú, baterista da banda portuguesa “Xutos e Pontapés” na cover da música “Cai Neve em Nova York” de José Cid, e com a participação de Fernando Badauí, vocalista de uma das maiores bandas de Punk-Rock do Brasil, os “Cpm-22”, na música “Outros Dias”.


A banda acaba por ter nova alteração na formação com a saída do Besugo (Guitarrista), e com a entrada de Nuno Almeida, através de uma selecção por casting, onde se inscreveram 14 candidatos.



0 comentários

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Menu
Conversas de WC